segunda-feira, 24 de agosto de 2015

Em busca de um louco amor


Não adianta, é cíclico este tal de amor. Você começa amar desde cedo. Percebe o sentido dele a cada dia. Alguns querem se isolar, mas uma hora ele te encontra, tenha certeza disso. 

Outros, gabam-se de ter no currículo grandes histórias de amor. Sinto lhes informar, vocês não devem ter encontrado aquele amor matador ainda. 

Não é tal fácil assim encontrá-lo. Por isso, um camarada só não pode monopolizar todos para si. Tem também aqueles sujeitos que gostam da superficialidade, não querem se apegar, se dizem fortes, não querem se derreter por alguém, não pegaria bem. 

Lamento também informar. Você pode se privar por um tempo, mas o amor é esperto e vai te passar a perna, cedo ou tarde. 

Seu universo vai mudar e todas estas besteiras que você diz e usa para se esconder não vão mais fazer sentido. 

E você vai se ver na seguinte situação relatada pela música da banda Vanguart, procurando uma louca igual a você por aí.  

"ando pelas ruas esperando
que venha alguma louca
mais louca ainda que eu
alguém como eu..."


Fato e ponto final. 

Nenhum comentário:

Postar um comentário